Finança

Vai contratar empréstimo? Confira quanto você pagaria em cada banco

cifrão - bancos - aquarela

cifrão - bancos - aquarela

SÃO PAULO – A taxa média de juros do cheque especial caiu 0,02 ponto percentual em agosto, e as do empréstimo pessoal diminuíram 0,03 p.p., de acordo com pesquisa feita pela Fundação Procon de São Paulo e divulgada na última terça-feira (14).

A taxa média dos bancos para o cheque especial foi de 8,03% ao mês, decréscimo em relação à medição anterior, de 8,05% ao mês. No caso do empréstimo pessoal, a taxa média dos bancos pesquisados ficou em 5,39%, percentual inferior aos 5,42% registrados em junho.

Antes de contratar um empréstimo pessoal, o consumidor deve ficar atento e avaliar a real necessidade, os custos envolvidos e a capacidade de pagamento. A mesma atenção deve ser dada para o uso do limite do cheque especial, que deve ser destinado para situações emergenciais e de curto prazo.

Se contratar o crédito for realmente inevitável, o consumidor deve fazer uma pesquisa entre as instituições bancárias, pois as taxas variam de banco para banco.

O levantamento do Procon-SP foi realizado no dia 02 deste mês e envolveu Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Safra e Santander.

Comportamento por banco
Independentemente da queda na média mensal verificada nos produtos analisados, é importante saber que as taxas variam de banco para banco, o que faz com que o gasto com juros seja muito diferente, de acordo com a instituição onde o consumidor contrata o crédito.

Para se ter uma ideia da diferença, a menor taxa cobrada para a modalidade cheque especial é de 4,27% ao mês – percentual cobrado pela Caixa Econômica Federal. Para a mesma modalidade, a taxa chega a 9,91% no Santander – a maior verificada pelo Procon.

Na tabela abaixo, é possível traduzir em valores quanto essa diferença representa. Para o cálculo, foi considerado que o cliente utilizou o limite de R$ 950 de sua conta-corrente pelo período de um mês:

Cheque especial por 1 mês *
Banco Taxa mensal
(média/junho)
Gasto total
Santander 9,91% R$ 1.044,15
HSBC 9,89% R$ 1.043,96
Bradesco 8,82% R$ 1.033,79
Itaú 8,81% R$ 1.033,70
Banco do Brasil 5,70% R$ 1.004,15
Caixa Econômica Federal 4,27% R$ 990,57

Já quando se toma um empréstimo pessoal, a menor taxa também pode ser encontrada na Caixa Econômica Federal (3,88% ao mês). No Itaú é encontrada a maior taxa média para essa modalidade de crédito (6,62% a.m.). O cálculo a seguir mostra quanto custa emprestar R$ 1,5 mil para pagamento ao longo de 12 meses, assim como a variação do custo do dinheiro de banco para banco:

Empréstimo pessoal em 12 meses *
Banco Taxa mensal
(média/junho)
Gasto total
Itaú 6,62% R$ 2.220,56
Bradesco 6,23% R$ 2.174,14
HSBC 5,93% R$ 2.138,75
Santander 5,91% R$ 2.136,41
Banco do Brasil 4,27% R$ 1.948,11
Caixa Econômica Federal 3,88% R$ 1.904,61
Leave a Reply

Your e-mail address will not be published. Required fields are marked *